Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
» Cãossetadas
Dom Jul 19, 2009 2:48 am por zanolla2001

» Dica sobre Répteis
Sex Jul 17, 2009 5:19 pm por zanolla2001

» Cuidando do Seu Cão
Sex Jul 17, 2009 5:15 pm por zanolla2001

» Perigos Domésticos para os Gatos
Sex Jul 17, 2009 5:07 pm por zanolla2001

» Porque o Gato Ronrona
Sex Jul 17, 2009 5:04 pm por zanolla2001

» Alimentação do Gato
Sex Jul 17, 2009 5:02 pm por zanolla2001

» Quando o Seu Cachorro Cavouca
Sex Jul 17, 2009 4:58 pm por zanolla2001

» Seu primeiro tópico
Qua Jul 15, 2009 5:00 pm por zanolla2001

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar

Dica sobre Répteis

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Dica sobre Répteis

Mensagem  zanolla2001 em Sex Jul 17, 2009 5:19 pm

Lagartos

Os répteis possuem grande distribuição geográfica e seu simbolismo é muito grande. As serpentes do gênero Naja apresentam diferentes conotações que vão desde a fertilidade à sabedoria.

As Sucuris são temidas e mortas gratuitamente por "comerem até seres humanos" enquanto jacarés são criados como animais de estimação no pantanal mato-grossense...

Os lagartos apresentam uma distribuição geográfica bastante ampla, não ocorrendo apenas nas regiões muito geladas da Terra.


A ocorrência de determinadas espécies numa localidade está diretamente associada a alguns elementos que são vitais para o seu desenvolvimento: temperatura, umidade, iluminação e alimentação específica.

Lembre-se muito bem disso quando quiser ter um lagarto em casa e achar que é "simples" mantê-lo vivo...


Os répteis diurnos, principalmente os lagartos arborícolas, necessitam de quantidades maiores de luz ultravioleta do Tipo B (cerca de 5 à 8 %, o máximo disponível nas lâmpadas especiais para répteis).


Répteis de hábitos noturnos, anfíbios e serpentes requerem muito pouco (abaixo de 2 %) porém o excesso não é prejudicial.

A pele dos lagartos apresenta uma série de pigmentos chamados de cromatóforos. Eles são os responsáveis pela alteração da coloração da pele (principalmente nos diurnos), que muitas vezes acontece em poucos segundos.

A cor adquirida pela pele é importante pois, dependendo da coloração, o animal recebe ou reflete a luz e os comprimentos de onda que ele necessita. Esta variação de coloração também é utilizada para o mimetismo (a capacidade que um animal tem de se confundir com o meio ambiente).

Os cromatóforos necessitam também de um outro tipo de luz ultravioleta, a UV-A (presente na luz solar), sem ela a coloração da pele, dos animais esverdeados, torna-se amarelada com aspectos de ferrugem.

Normalmente as lâmpadas especiais para répteis que emitem radiação UV-B (fluorescentes) produzem UV-A mas as que emitem apenas UV-A (incandescentes) não produzem radiação UV-B.

Os lagartos possuem uma diversificada alimentação: vermes, insetos, crustáceos, larvas, flores, frutas, legumes, folhagens, ovos, peixes e outros anfíbios e répteis..., rações, etc....

Devemos ter em mente que mesmo, por exemplo, oferecendo insetos a um animal insetívoro, a diversidade encontrada pelo animal na natureza é enorme e a nossa disponibilidade, normalmente, é pequena.

Assim é importante mencionar a necessidade de oferecer, junto com a alimento, suplementos minerais e complexos vitamínicos.

Podemos destacar dentre os principais as vitaminas A, D, C, B e E além de cálcio e fósforo.

A frequência de alimentação varia de espécie para espécie e do tamanho do animal.

Filhotes e jovens comem com menor intervalo.

A maioria dos répteis e dos anfíbios são caçadores por natureza e raramente aceitam alimentos inanimados.

Precisam do movimento da presa para ativar seu instinto de caça e a captura do alimento.

Artifícios para "balançar" os alimentos industrializados ou mortos, como pinças e vibradores, são usados com muita eficácia.

A administração de vitaminas e suplementos é praticamente diária para algumas espécies.

A quantidade é semelhante a uma "pitada de sal num ovo frito", ou seja muito pouco.

Deve ser misturado ao alimento ou aderido ao exoesqueleto dos insetos.

Para fazer isto basta colocar os insetos dentro de um saco plástico, com um pouco de suplemento ou vitamina em pó, e agitar rapidamente.

VITAMINA FONTES NATURAIS ATIVIDADE NO ORGANISMO

A FÍGADO, VEGETAIS VERDES ESCUROS E CENOURA Bom para a visão, pele e glândulas, reforça o sistema imunológico e é fundamental para o crescimento e fertilidade.
B CARNE VERMELHA E FÍGADO Promove a divisão celular e o metabolismo das células nervosas. Utilizada na síntese proteica.
C FRUTAS e VEGETAIS Aumenta a imunidade contra doenças contagiosas.
D3 GEMA DE OVO e FÍGADO Promove o crescimento e a regeneração dos ossos.
E CARNE Promove o desenvolvimento muscular e auxilia na postura e paridade dos filhotes.
K ÓLEOS e GORDURAS ANIMAIS Ajuda na coagulação do sangue.


A SEXAGEM muitas vezes é difícil de ser realizada.

Alguns machos apresentam caracteres externos bem definidos, como as cristas cefálicas e dorsais dos machos de basiliscos e os chifres dos machos de certas espécies de camaleões.

Várias espécies de machos de lagartos apresentam escamas salientes e mais desenvolvidas, utilizadas para excitar a fêmea, durante a reprodução.

Quando estas estruturas estão presentes nas coxas são chamadas de poros femorais (principalmente em iguanídeos e agamídeos).



Quando localizados um pouco antes da cloaca são conhecidos como poros pré-anais (principalmente em geckonídeos).



As fêmeas também apresentam estes poros, só que pouco desenvolvido. É necessário ter prática para reconhecer e evidenciar, com segurança, os poros dos machos dos das fêmeas.

A forma mais correta e segura de se realizar a sexagem é através de sexadores. Sexadores são estiletes feitos em aço inox, também conhecidos como provadores.


É preciso ter muita habilidade e prática para a sexagem de lagartos pois a região da cloaca, onde os hemipênis ficam alojados, é bastante frágil e sensível. Já em serpentes a identificação é fácil e bem rápida.

Os lagartos representam a grande maioria dos répteis criados, em vários países do mundo, com finalidades comerciais.

A legislação brasileira atual autoriza apenas a criação de espécimes nativas para comercialização e, mesmo assim, pré-selecionada dentro de um critério de distribuição geográfica.

Acreditamos que em alguns anos será possível adquirir um réptil legalizado com certa facilidade no Brasil. VAMOS AGUARDAR E FAZER A COISA CERTA.

A seguir algumas informações sobre as famílias existentes e sua distribuição geográfica pelo planeta:
FAMÍLIA NÚMERO DE ESPÉCIES ALGUNS EXEMPLOS DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA
AGAMIDAE 300 AGAMAS e WATER DRAGONS EURÁSIA, ÁFRICA e AUSTRÁLIA
CHAMAELEONIDAE 80 CAMALEÕES ÁFRICA e PARTE DA EUROPA
CORDYLIDAE 33 GIRDLETAIL e PLATED LIZARDS ÁFRICA
GEKKONIDAE 550 LAGARTIXAS (P.madagascariensis, P.Laticauda, Leopard, FatTail e Tokay Gecko) COSMOPOLITA
IGUANIDAE 670 IGUANAS, ANOLES, BASILISCOS AMÉRICAS, MADAGÁSCAR E ILHAS FIJI
HELODERMATIDAE 2 MONSTRO-DE-GILA ESTADOS UNIDOS E MÉXICO
LACERTIDAE 200 LAGARTOS EUROPEUS EUROPA, ÁFRICA E ÁSIA
SCINCIDAE 700 SKINKS COSMOPOLITA
TEIDAE 200 TEIÚS AMÉRICAS
VARANIDAE 12 MONITORES ÁFRICA, ÁSIA E AUSTRÁLIA

zanolla2001
Admin

Mensagens : 9
Data de inscrição : 15/07/2009
Idade : 28
Localização : Santo André

Ver perfil do usuário http://petshopdudu.forumeiros.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum